A Impermanência

O segundo pensamento de transformação da mente que nos desperta do estado de ignorância é a contemplação da  impermanência – impermanência não meramente como uma compreensão intelectual, mas antes como uma forma de ser que se incorporou na nossa sabedoria viva. Todos sabemos que as coisas mudam, mas quantos de nós vivem e agem a…

Plantar a árvore de metta

Quem escolheria viver numa cabana suja, decrépita, com fendas, à mercê dos ventos e dos temporais? Quem não preferia viver numa mansão com todo o conforto e beleza, rodeado de amigos e felicidade? No entanto, deixamos que a nossa mente habite terrenos inóspitos, moradas agrestes e solitárias e frequentemente descuramos a construção da melhor morada…

Meditar deve ser agradável

Qual seria o seu conselho a alguém que sinta a meditação sentada como algo doloroso e difícil, debatendo-se com ela? Que não a faça. Mesmo? Sim, Sim. Se para si não for prazeroso sentar, não se sente. Há que aprender o espírito correto de sentar. Se estiver a fazer um esforço imenso quando se senta, vai ficar…

silêncio na cidade

a nossa vida tem muito ruído, e não só o ruído do trânsito, da televisão, das máquinas, também a nossa tagarelice mental; sabemos que é necessário parar e “baixar o volume”; e frequentemente achamos que para isso acontecer precisamos de ir para longe, de nos retirar, de procurar um lugar especial; isso pode ajudar, mas…

O portão de entrada

No zen japonês há esta expressão “o portão sem entrada”, em que o portão pode ser uma barreira mas também uma passagem. Uma das primeiras barreiras na nossa meditação e na prática de todos os dias é ter um objetivo determinado – o nosso objetivo ou objetivos podem tornar-se o portão sem entrada que não…

Pequeno guia para a vida

menos televisão, mais leitura menos shopping, mais ar livre menos desarrumação, mais espaço menos pressa, mais calma menos consumismo, mais criação menos comida de plástico, mais comida a sério menos agitação, mais impacto menos condução, mais caminhar menos barulho, mais quietude menos concentração no futuro, mais no presente menos trabalho, mais brincadeira menos preocupação, mais…