como entro na minha vida

Há uma história da tradição budista Ch’an chinesa sobre uma mulher que deixa um mosteiro, depois de lá viver algum tempo, sentindo que, com as práticas formais que aprendia, não estava a conseguir aprofundar a experiência da sua vida. E esta mulher volta ao mosteiro e pede para voltar a falar com o seu antigo…

A Perfeição da Sabedoria

A sexta pétala da flor é a prajna paramita, a perfeição da sabedoria. Este é o tipo mais elevado de compreensão, que se situa além de todo o conhecimento, conceitos, ideias e pontos de vista. Prajna é a natureza de Buda que existe em nós. É o tipo de compreensão que tem o poder de…

A Perfeição da Meditação

A quinta prática é a dhyana paramita, a perfeição da meditação. Dhyana é chamada de zen em japonês, chan em chinês, thien em vietnamita e son em coreano. A dhyana, ou meditação, tem dois atributos. O primeiro é o de parar (shamatha). Nós passamos a nossa vida a correr atrás de uma ideia ou outra…

A Perfeição do Esforço

A quarta pétala da flor é a virya paramita, a perfeição do esforço, a energia ou a prática contínua. O Buda disse que no fundo da nossa consciência armazenadora, alaya vijnana, existem diversos tipos de sementes, positivas e negativas – sementes de raiva, ilusão e medo, assim como sementes de compreensão, compaixão e perdão. Muitas…

A Perfeição da Tolerância

A terceira pétala da flor é a tolerância, kshanti paramita. A tolerância é a capacidade de receber, aceitar e transformar as coisas. Kshanti às vezes é traduzida também por paciência ou resignação, mas acho que “tolerância” é uma palavra que denota melhor o ensinamento de Buda. Quando praticamos a tolerância, não precisamos sofrer nem nos…