Meditar deve ser agradável

Qual seria o seu conselho a alguém que sinta a meditação sentada como algo doloroso e difícil, debatendo-se com ela? Que não a faça. Mesmo? Sim, Sim. Se para si não for prazeroso sentar, não se sente. Há que aprender o espírito correto de sentar. Se estiver a fazer um esforço imenso quando se senta, vai ficar…

Não precisas de viajar

No início da minha prática tinha esta ideia de que os bons meditantes eram banhados continuamente por uma luz branca. Nunca ninguém me tinha dito que deveria sentir esta luz branca; eu é que achava que era o sinal de uma boa prática. E suspeitava que mal tivesse a experiência dessa luz branca, os meus…

repousar completamente

“A meditação é repousar completamente. Não apenas fisicamente. Repousar completamente inclui largar todas as formas de esforço mental. A mente está sempre ocupada a fazer alguma coisa, tem uma enorme trabalho a fazer. Tem de suster o Universo. É como andar de bicicleta. Temos de pedalar constantemente. Se pararmos, a bicicleta não anda por si….

silêncio na cidade

a nossa vida tem muito ruído, e não só o ruído do trânsito, da televisão, das máquinas, também a nossa tagarelice mental; sabemos que é necessário parar e “baixar o volume”; e frequentemente achamos que para isso acontecer precisamos de ir para longe, de nos retirar, de procurar um lugar especial; isso pode ajudar, mas…

O que é a meditação?

A meditação é uma prática e uma experiência, por isso qualquer definição será sempre incompleta, da mesma forma que viajar não é olhar para o mapa. Em termos simples, podemos falar da meditação como a experiência da natureza ilimitada da mente, quando não estamos envolvidos no “sufoco” da nossa tagarelice habitual. Uma imagem usada tradicionalmente,…

perder

Muitas pessoas pensam que a meditação requer imenso esforço e é algo que temos de adquirir. Temos esta ideia de que exige esforço, temos de nos forçar a fazer, e no final, podemos ter sucesso ou falhar. E acho que é muito importante perceber que não é nada disso. Isto é apenas o ego a…

A Perfeição da Meditação

A quinta prática é a dhyana paramita, a perfeição da meditação. Dhyana é chamada de zen em japonês, chan em chinês, thien em vietnamita e son em coreano. A dhyana, ou meditação, tem dois atributos. O primeiro é o de parar (shamatha). Nós passamos a nossa vida a correr atrás de uma ideia ou outra…

A Perfeição da Generosidade nos relacionamentos

Na tradição budista, as Paramitas referem-se às qualidades a aperfeiçoar para “atravessar para a outra margem”, a margem da libertação, da felicidade. A margem da harmonia e bons relacionamentos. A primeira qualidade, a primeira perfeição, é a generosidade – dana paramita. E o que é dana? Existe uma planta, muito conhecida na Ásia – um…

Treinar a atenção

Quando dirigimos a nossa energia para estarmos presentes apenas numa expiração, e mais outra, lentamente o poder da nossa concentração aumenta. Depois de sentar algum tempo, começam a surgir diferentes sensações, tal como dor, tensão, formigueiros, calor, pressão, desconforto. Noutras alturas, surgem outras sensações, mais neutras ou mesmo agradáveis. Vibrações, suavidade, tranquilidade, luminosidade. Quando uma…

A prática de Mindfulness

A atenção plena ou plena consciência (mindfulness) ocupa um lugar de primeira importância em todo o caminho budista. Na verdade, é o que torna possível qualquer prática espiritual. A atenção plena é a qualidade da mente que se dá conta do que está presente, sem julgamentos, sem interferência. É como um espelho que claramente reflecte…

o canto do sino

“Que o som do sino penetre profundamente no cosmos. Que mesmo nos lugares mais escuros os seres vivos o possam ouvir claramente. Para que todo o sofrimento neles cesse. Que a compreensão abra o seu coração e que transcendam o caminho do sofrimento e da morte.” “A porta universal do dharma já está aberta. O…