Sem limites: a via do Bodhisatva 6

O terceiro voto é: A realidade não tem limites, eu faço voto de a ver. Mais uma vez, se algo não tem limites, como é que o podemos ver? O que é a realidade e o que significa sem limites? O que significa ver? Parece que me estou a comprometer fazer algo de impossível, algo…

Sem limites: a via do Bodhisattva 4

Especificamente nesta tradição Zen – nas demais tradições Zen também, assim como noutras tradições Budistas – existem aquilo a que chamamos de Os Quatro Votos, ou os Votos do Bodhisattva. Normalmente, ao final do dia, depois do último período sentado, cantamos estes votos. Um Bodhisattva é alguém que ouve, vê, sente, experiencia, as mágoas do mundo,…

Sem limites: a via do Bodhisattva 3

Aprendemos a estar presentes para além dos nossos gostos e não-gostos apenas por nos sentarmos e deixarmos as coisas ser tal qual elas são. A dado momento poderemos ver a natureza primeira daquilo que está à nossa frente, de nós próprios – que não somos aquilo e quem pensamos ser, que tudo está interligado. O…

Sem limites: a via do Bodhisattva 2

É frequente a má interpretação do Zen, assim como de muitas outras coisas no mundo. A maior parte das vezes, não compreendemos um determinado número de coisas quando estamos apegados às nossas ideias e opiniões, aos nossos gostos e não-gostos. Uma das ideias erróneas sobre o Zen é de que este representa uma prática negativista…

Sem limites: a via do Bodhisattva

Tenho estado a pensar numa questão que alguém me colocou ontem: É alguma vez mencionada Compaixão nesta prática Zen? É-lhe colocada alguma ênfase? Tenho vindo a pensar na melhor maneira de responder à questão colocando-me a mim mesma essa questão. Tenho muitas respostas para ela e dei algumas delas ontem quando a questão surgiu pela…

Por que meditar?

Mais do tornar-se numa melhor pessoa, ou até numa pessoa desperta, a prática da meditação permite ver como nos relacionamos com o nosso estado desperto já existente.  E para isso precisamos de confiança, mas também de abertura. A confiança representa um papel muito importante na prática da meditação. E a confiança de que falamos é…

Plantar a árvore de metta

Quem escolheria viver numa cabana suja, decrépita, com fendas, à mercê dos ventos e dos temporais? Quem não preferia viver numa mansão com todo o conforto e beleza, rodeado de amigos e felicidade? No entanto, deixamos que a nossa mente habite terrenos inóspitos, moradas agrestes e solitárias e frequentemente descuramos a construção da melhor morada…

Chama-me pelos meus verdadeiros nomes

Não digas que tenho que partir amanhã pois, Agora mesmo, estou a chegar Olha profundamente; estou a chegar a cada segundo Para ser um rebento num galho de Primavera, Para ser um pequeno pássaro, com asas ainda frágeis A aprender a cantar no meu novo ninho, Para ser uma larva no coração de uma flor,…