relaxar na impermanência

on

Todos sabemos que as coisas mudam, mas quantos de nós vivem e agem a partir desse plano de compreensão? Quando verdadeira e profundamente se vê a verdade da impermanência, os nossos corações e mentes relaxam. Menos facilmente nos agarramos tão desesperadamente às coisas, ou até aos nossos próprios desejos. Enquanto soltamos as amarras a tudo o que está sempre a mudar, necessariamente deixamos de lutar e portanto, de sofrer. Podemos ver isto claramente com os nossos corpos a envelhecer. Se estamos agarrados a que permaneçam de uma certa forma, então vamos sofrer quando se transfiguram por causa de um acidente, de uma doença, ou simplesmente pelo envelhecimento. Ajahn Chaa, um maravilhosos professor da tradição tailandesa da Floresta, expressou isto muito simplesmente: “Se te soltares um pouco, terás um pouco de paz. Se te soltares muito, terás muita paz. Se te soltares completamente, terás paz completa. A tua luta neste mundo terá chegado ao fim.”

Joseph Goldstein, One Dharma

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s