A Perfeição da Generosidade nos relacionamentos

Na tradição budista, as Paramitas referem-se às qualidades a aperfeiçoar para “atravessar para a outra margem”, a margem da libertação, da felicidade. A margem da harmonia e bons relacionamentos. A primeira qualidade, a primeira perfeição, é a generosidade – dana paramita. E o que é dana?

Existe uma planta, muito conhecida na Ásia – um membro da família das cebolas, que fica deliciosa nas sopas, no arroz frito e nos omeletes – que a cada vez que a cortamos torna a crescer em vinte e quatro horas. E quanto mais se corta essa planta, maior e mais forte ela cresce. A planta representa a dana paramita. Não guardamos nada para nós. Apenas queremos dar. Talvez a outra pessoa se sinta feliz com isso, mas com certeza os maiores beneficiados seremos nós mesmos.

A maior dádiva que podemos dar a alguém é nossa presença verdadeira. Se amamos alguém, oferecemos a nossa presença verdadeira a essa pessoa. Quando damos esse presente, recebemos ao mesmo tempo o presente da alegria. Aprenda a oferecer a sua presença verdadeira através da meditação. Inspirando conscientemente, promova a união do corpo e da mente. “Estou aqui para ti” é um mantra a ser repetido quando praticar essa perfeição.

O que mais podemos oferecer? A nossa estabilidade. “Inspirando, eu sou uma montanha. Expirando, eu sinto-me firme.” A pessoa que amamos necessita de que sejamos firmes e estáveis. Podemos cultivar a nossa estabilidade através da inspiração e da expiração, da caminhada com atenção plena, da meditação sentada, e também apreciando profundamente cada momento. A firmeza é uma das características do Nirvana.

O que mais podemos oferecer? A nossa liberdade. A felicidade não é possível, a menos que estejamos livres de aflições tais como desejo, raiva, ciúme, medo, ou percepções falsas. A liberdade é uma das características do Nirvana. Alguns tipos de felicidade são realmente destrutivos para o corpo, a mente e os relacionamentos. Estar livre de desejos é uma prática importante. Contemple profundamente a natureza daquilo que acha que lhe vai proporcionar felicidade e pense se, de fato, isso pode implicar sofrimento para aqueles que ama. É preciso ter a certeza disso se queremos ser realmente livres. Volte-se para o momento presente, e desfrute as maravilhas da vida que estão disponíveis. Existem tantas coisas saudáveis capazes de nos proporcionar felicidade, um lindo nascer do sol, o céu azul, montanhas, rios, e os rostos felizes das pessoas que nos cercam.

O que mais podemos oferecer? A nossa frescura. “Inspirando, eu vejo-me como uma flor. Expirando, eu sinto a frescura.” Podemos inspirar e expirar três vezes para restaurar a flor dentro de nós. É um grande presente!

O que mais podemos oferecer? Paz. É maravilhoso sentar-se ao lado de alguém que esteja em paz. Beneficiamos com a sua paz. “Inspirando, eu sou a água calma. Expirando, reflito as coisas como elas são.” Podemos oferecer nossa paz e nossa lucidez para aqueles que amamos.

O que mais podemos oferecer? Espaço. A pessoa amada precisa de espaço para ser feliz. Num arranjo de flores, cada flor precisa de espaço ao seu redor para poder irradiar a sua verdadeira beleza. As pessoas são como flores. Sem espaço interno e externo elas não podem ser felizes. Não podemos comprar este tipo de presente na loja. Temos que produzi-lo através da prática. E quanto mais dermos, mais teremos. Quando a pessoa que amamos está feliz, esta felicidade retoma para nós imediatamente. Nós damos algo a essa pessoa, mas na verdade damos a nós mesmos.

Dar é uma prática maravilhosa. O Buda disse que quando se está zangado com alguém, a ponto de tentar de tudo e ainda continuar zangado, devemos praticar a perfeição da generosidade. Quando estamos com raiva, a nossa tendência é punir a outra pessoa. Mas ao fazer isso só aumentamos o nosso sofrimento. O Buda propôs que, em vez disso, mandássemos um presente para a pessoa que é motivo de nossa raiva. Quando estamos com muita raiva, não temos a menor vontade de sair e comprar um presente, por isso temos que preparar esse presente quando não estamos zangados. A seguir, quando tudo o mais falhar, devemos sair e enviar o presente para a pessoa. Podemos logo constatar que nos sentimos melhor. Recebemos aquilo que damos. Em vez de tentar punir a outra pessoa, ofereça exatamente aquilo de que a pessoa necessita. A prática da generosidade pode conduzir rapidamente ao bem-estar.

Quando alguém nos faz sofrer, é porque essa pessoa sofre profundamente dentro de si mesma, e o seu sofrimento está a espalhar-se para fora. Esta pessoa não precisa de mais sofrimento, precisa de ajuda. Essa é a mensagem que está sendo enviada. Se você conseguir entender isso, ofereça o que a pessoa precisa – alívio. Felicidade e segurança não são questões individuais. A felicidade e a segurança do outro são fundamentais para a sua felicidade e a sua segurança. Deseje o bem do outro com sinceridade, para que você também fique bem.

O que mais podemos oferecer? Compreensão. A compreensão é a flor da prática. Focalize a sua atenção concentrada num objeto, observe profundamente o objeto, e terá insight e compreensão. Ao oferecer compreensão aos outros, eles deixarão imediatamente de sofrer.

A primeira pétala da flor das perfeições é a prática da generosidade. Recebemos aquilo que damos, muito mais depressa do que os sinais enviados por satélite. Quer você dê a sua presença, a sua estabilidade, o seu frescor, a sua firmeza, a sua liberdade, ou a sua compreensão, a sua dádiva fará milagres. A generosidade é a prática do amor.

Meditação sugerida: Meditação das pedrinhas

(adaptado do livro “A essência dos ensinamentos de Buda” – Thich Nhat Hanh)

Anúncios

One Comment Add yours

  1. Carla Giro diz:

    Fantástico! Vou-me envolver mais nesta prática.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s